Vendedora avisa que vizinho é corno, recebe multa e não paga com dinheiro

Uma mulher do vilarejo de Manama, no Zimbábue foi multada após enviar bilhete ao vizinho dizendo que sua mulher era uma prostituta.

Segundo Siphumuzile Dube e outras testemunhas, a mulher identificada como Bekezela Sibanda tinha relações sexuais com outros vendedores em troca de caronas.

A vizinha e o marido não gostaram nada das acusações.

O caso foi levado à justiça e Siphumuzile foi condenada a indenizar a vizinha com o pagamento de quarenta e sete cabras.

Infelizmente, Siphumuzile só tinha vinte cabras para enviar a Bekezela.

A questão sobre o pagamento das cabras restantes está sendo debatida entre a família.