Tatuagem e natação, uma combinação perigosa. Homem morre após nadar com tatuagem nova

Um homem, 31 anos, tatuou uma cruz e as palavras “Jesus é minha vida” em sua perna direita.

Cinco dias após sua nova tatuagem, o homem decidiu nadar no Golfo do México, mesmo que as recomendações médicas sejam que não se pode molhar por muito tempo uma tatuagem nova.

Três dias após o mergulho, o homem foi internado as pressas em um hospital em Dallas, Texas, com dores agudas nas pernas e pés. Seus sintomas incluíam febre, calafrios, vermelhidão ao redor da tatuagem e em alguns pontos de sua perna.

“Em algumas horas, a situação progrediu de forma alarmante”, disse o médico que tratou o caso. “A sua pela começou a ficar preta, com mais machucados, descoloração em alguns pontos e pus começou a sair de sua tatuagem”, completou.

“Ele já se encontrava em sépsis, uma grave infecção que se espalha rapidamente pelo organismo, seus rins já começaram falhar”.

12 horas após sua internação, o homem veio a falecer.

O caso foi reportado em uma revista científica de medicina e nenhuma informação sobre o paciente foi concedida.