Tartaruga mais velha do mundo não consegue ser pai porque é gay

A tartaruga Jonathan é a mais velha do mundo, com 186 anos de idade, e mora na Ilha de Santa Helena no meio do Oceano Atlântico.

Para que Jonathan não ficasse sozinho, seus tratadores resolveram lhe dar um par, Frederica, e logo começou uma história de amor.

Jonathan e Frederica faziam sexo regularmente, mas após 26 anos nenhum filhote nasceu.

Só recentemente os veterinários descobriram que Frederica é na verdade Frederico! Jonathan está se relacionando com um macho há vinte e seis anos e parece que não vai parar tão cedo.

Curiosamente, o casamento gay não é permitido na Ilha de Santa Helena.