11 Out 2017

A Suécia está prestes a realizar seu primeiro festival de música somente para mulheres após uma campanha de financiamento coletivo atingir a meta de mais de 530 mil coroas suecas.

A ideia foi proposta em resposta as inúmeras denúncias de violência social que ocorreram em vários festivais musicais no país. Um festival chamado Bravalla, por exemplo, teve mais de 10 denúncias de estupro contabilizadas esse ano, o que causou o cancelamento da edição de 2018.

Por conta dos múltiplos casos de estupros, mulheres suecas decidiram se unir por um festival sem homens. Tudo começou com um tweet da atriz sueca Emma Knyckare, que levantou um debate a respeito de um festival sem homens em sua rede social.

Com o apoio de usuárias da rede social, a atriz criou um projeto de financiamento coletivo, no qual mais de três mil pessoas ajudaram a conseguir verba para o festival.

De acordo com a descrição do evento, o Statement Festival não permitirá a presença de homens cisgêneros. A equipe responsável pelo festival afirmou que o objetivo é criar um espaço seguro em que as mais de 10 mil mulheres cis e trans não tenham que se preocupar com assédios, mas apenas em curtir as músicas.

Veja mais posts

Páginas