Soldado do Estado Islâmico se entrega e diz que ficava só jogando PlayStation

O jovem Shabazz Suleman, de 22 anos, nasceu no Reino Unido e decidiu fugir para a Síria em 2014.

Em depoimento ele disse que fugiu para lutar contra o regime de Assad no país, mas acabou indo lutar para o Estado Islâmico.

Agora, ele está desesperado para voltar para casa e disse que nunca matou ninguém.

De acordo com seu depoimento, embora atuasse como um guarda, ele passou a maior parte de seu tempo na Síria jogando PlayStation e andando de bicicleta.

Ele disse que recebeu um fuzil AK-47, mas que ficava o tempo todo escondido enquanto os terroristas faziam suas missões.

Shabazz disse que agora deseja retornar para o Reino Unido e sofrer as consequências de suas escolhas.

Agora o jovem está nas mãos do serviço secreto turco, e não há previsão de quando poderá retornar ao seu país.