Senhora afirma que vai largar o crime após 60 anos de roubos milionários

Mulher considerada “a mais bem-sucedida ladra de joias”, com 87 anos, garantiu em tribunal que vai deixar o crime. A senhora, conhecida por 60 anos de furtos e pelas 20 páginas de ficha criminal, Doris Payne foi presa em julho ao sair de uma loja de departamento sem pagar produtos no valor de R$ 272. Recentemente foi ao julgamento e afirmou à juíza que ele não a veria voltar aquele lugar.

Doris já protagonizou um documentário chamado “A Vida e os Crimes de Doris Payne” furtou mais de US$ 2 milhões de joias e objetos (R$ 6,3 milhões) em diferentes lugares do mundo, com Monte Carlo e Tóquio. A senhora garante nunca ter machucado ninguém, dizendo usar apenas suas mãos e bolsa.

“Eu não me arrependo de furtar joias. Eu me arrependo de ter sido pega”, contou Doris.