Rio na Amazônia fica tão quente que cozinha os animais, veja vídeo

O geocientista Andrés Ruzo está produzindo um documentário sobre o rio na Amazônia cuja temperatura pode chegar a 100 graus Celsius.

O rio Shanay-timpishka está localizado na Floresta Amazônica no Peru, e seu nome significa “aquecido com o calor do sol”.

O rio foi citado pela primeira vez pelos conquistadores espanhóis há centenas de anos, mas todos pensavam ser uma lenda, apenas os índios acreditavam na existência do rio.

Apesar do nome, o rio na verdade fica aquecido devido a fontes de águas quentes.

A divulgação do documentário faz parte de uma campanha do cientista para salvar aquela região do desmatamento.