Professora é expulsa de creche porque era solteira

O problema começou quando o pai de um dos alunos descobriu que a professora não era casada mas ainda assim vivia na mesma casa junto com seu namorado.

De acordo com a mãe, a professora estava vivendo “em pecado”, e a creche judaica ortodoxa concordou e expulsou a professora.

A professora Zelda de Groen, que agora já está casada com seu namorado, processou a creche por discriminação religiosa. Ela já trabalhava no local há quatro anos.

Uma nova audiência de conciliação será realizada em Londres, na Inglaterra, para decidir a sentença.