Por fetiche do marido, mulher insere comida dentro da vagina para ele comer depois

Uma mulher recorreu às redes sociais para tirar algumas dúvidas sobre o novo fetiche sexual do marido: inserir frutas e vegetais na vagina, para poder comê-los mais tarde, diretamente dos órgãos genitais da mulher.

A mulher, que não se identifica, explica num fórum da rede social Reddit que insere “maçãs, pêras e cenouras na vagina” pela manhã e o marido os consome à noite, ao mesmo tempo que questiona se a prática , que já duraria “há cerca de dois meses”, pode trazer complicações de saúde para algum dos envolvidos. É ainda explicado que “todas as frutas e vegetais são orgânicos” e “muito bem lavados” antes de serem inseridos na vagina.

Vários usuários reponderam às dúvidas, alertando para os perigos de uma infeção fúngica ou síndrome de choque tóxico. Um dos comentadores, que disse ser médico, aconselha a mulher a usar brinquedos sexuais ao invés de fruta ou vegetais, tendo o cuidado de nunca os deixar na vagina mais do que 12 horas.

É ainda sugerido que a mulher “use preservativos para impedir que as bactérias se desenvolvam com acesso aos açúcares da fruta” e, caso não queira usar, “que escolha frutas e vegetais com pele cerosa, como maçãs e pepinos”.