Policial alega ter matado mulher a mando de ET

Um comissário da Polícia Civil de Jaboatão de Guararapes, Pernambuco, confessou que matou a mulher com um tiro e deu uma justificativa para lá de inusitada: atirou a mando de um ET. O delegado Francisco Diógenes, responsável pelo caso, explica melhor: “O que o comissário conta é que atirou propositalmente e fez isso a pedido de um ET. Depois de ter atirado, ele ligou para a Polícia Militar e explicou o que havia acontecido”.

Não há testemunhas do caso, o que dificulta para o comissário confirmar sua versão. O assassino tem 41 anos, mesma idade de sua vítima, “ele disse que começou a falar sobre extraterrestres e ela se irritou porque não gostava do assunto e foi até a casa dos pais. Quando ela voltou, ele atirou contra ela”, afirmou Diógenes.