Pastor evangélico é acusado de abusar sexualmente menor em grupo de jovens

Nicholas Kelley, pastor na igreja de New Bridge, em Lawrenceville, no estado norte-americano da Geórgia, foi detido suspeito de abusar sexualmente de uma menor de 14 anos. 

O homem, de 34 anos, teria conhecido a garota em um grupo de jovens que dirigia naquela igreja. De acordo com os registros policiais, os abusos sexuais teriam começado este verão e aconteciam dentro da igreja e em vários parques no condado de Gwinnett. 

Nicholas Kelley, que foi imediatamente expulso da igreja, teria começado o aliciamento da menor em dezembro de 2015. Os dois começaram conversando secretamente pelas redes sociais. 

Os crimes de abuso sexual de menor, violação de menor e violência sexual só foram descobertos quando a menor, depois de mais um encontro com o pastor, teve um ataque de pânico, seguido de um esgotamento nervoso, tendo sido internada em um hospital. 

Kelley está preso e a polícia tem orientado os pais das crianças que faziam parte do grupo a questionar se o pastor tenha tentado algo contra elas.