Parto dura um mês e recém-nascido sofre consequências

A jovem de 27 anos começou a ter contrações após 32 semanas de gravidez, mas para o filho não nascer prematuro, médico receitaram remédios para atrasar o parto.

No entanto a mãe reagiu de forma inesperada, e continuou a sentir as contrações do parto durante um mês inteiro até o filho finalmente nascer.

Infelizmente, a pressão exercida pelas contrações acabou deformando o crânio do filho, que agora precisa utilizar um capacete médico para que seu crânio chegue ao formato ideal.

Atualmente, o filho da inglesa JJ Rushton já possui oito meses de idade e não apresenta outras sequelas físicas ou mentais. O caso aconteceu em Manchester, no Reino Unido.