Pai é acusado de torturar, matar filho e alimentar seu corpo aos porcos

Michael Jones. De 46 anos, foi sentenciado a 25 anos de prisão após se declarar culpado pela morte de seu filho, Adrian Jones. Os restos mortais do garoto foram encontrados na fazenda da família em Kansas, os promotores conseguiram provar durante o julgamento que Michael torturou, abusou, matou e alimentou os porcos com o corpo do garoto. 
A madrasta do garoto, Heather Jones, foi condenada a prisão perpetua, apesar de afirmar apenas ser culpada de não conseguir defender seu enteado e a si mesma de seu marido.