Oficiais da marinha forçam subordinado a assistir pornô gay

O membro da marinha disse ao tribunal estar sofrendo de transtorno de estresse pós-traumático após a humilhação à qual foi submetido.

De acordo com a denúncia, os oficiais estavam punindo diversos marinheiros por não terem conseguido completar um exercício de leitura de mapas.

Primeiro eles tiveram todos os pelos do corpo raspado, e depois foram forçados a se masturbar assistindo pornografia homossexual.

Os oficiais ainda ameaçam dar outra punição para o marinheiro que ejaculasse por último.

Os membros da marinha Danny Foster e Philip Beer estão sendo julgados na corte marcial da cidade de Portsmouth, no Reino Unido.