Mulher pede perícia de ânus do síndico

Uma briga entre vizinho, em Copacabana, acabou com um pedido no mínimo incomum, no Tribunal de Justiça do Rio. Para se defender de uma ação por danos morais, uma mulher pediu que fosse feita uma perícia no ânus do autor do processo. Ela foi condenada a pagar R$ 8 mil de indenização.

Sérgio de Carvalho Casaes, de 58 anos, acionou a moradora Marta Regina Portugal Moreno na Justiça, depois de ela ter posto em dúvida sua opção sexual e o ofendido com xingamentos, como “diabo dos infernos”.

Marta Regina chamou Sérgio de homossexual, ele onfendido, acionou a justiça por calúnia. A mulher, tentando se defender, pediu para que fosse feita uma perícia no ânus de Sérgio para provar que, de fato, ele é homossexual.

“Ela pediu que fosse feito exame de corpo de delito no meu ânus, porque, uma vez comprovada a minha homossexualidade, isso a isentaria de culpa”, explica Sérgio.