28 Mai 2017

Hang Mioku, uma ex-modelo coreana obcecada por cirurgias plásticas, vive um drama causado pela consequência de seu vício há  três anos. Hang Mioku arruinou sua carreira, sua aparência e arriscou sua vida por uma decisão estúpida. Em nome de sua fixação por uma pele jovem, sem rugas e macia, ela injetou óleo de cozinha no rosto.

Ao procurar um cirurgião para realizar mais uma modificação, ela foi alertada de que possuía um problema psicológico, e recebeu uma negativa dos médicos quanto ao pedido de mais uma intervenção cirúrgica.

Mioku realizou o seu primeiro procedimento cirúrgico com 28 anos, depois, mudou-se para o Japão para continuar com a carreira de modelo e realizar mais algumas cirurgias plásticas. Ela rapidamente se tornou obcecada e realizou diversos procedimentos, o que fez com que sua cara aparentasse ser visivelmente alargada. Foi aí que os médicos disseram que a obsessão dela era um problema psicológico e negaram fazer mais modificações em seu rosto.

A aparência da Hang Mioku estava tão modificada que nem os próprios pais a reconheceram, além de virar alvo de zombaria dos moradores locais – que a comparavam com um ventilador de coluna – porque seu rosto era desproporcional ao tamanho do corpo.

Infelizmente os procedimentos não foram suficientes para ajudá-la, seu rosto continua desfigurado e ela ainda luta para conseguir recuperar a antiga aparência. No momento, a ex-modelo está trabalhando em uma loja de roupas recicladas, chamada The Beautiful Shop, na Coreia e recebe doações do governo para ajudar a complementar sua renda.

(Com informações de Jornal Ciência)

Veja mais posts

Páginas