Médicos registram primeiro caso de overdose de maconha

A vítima foi uma criança de 11 meses que teria ingerido a maconha dos pais e sofrido um ataque cardíaco.

Na época, os médicos não tinham sido capazes de determinar o que teria causado a sua morte, no entanto, novos exames encontraram altos índices de THC, substância psicoativa da maconha.

Após o caso ser publicado, iniciou-se um novo debate sobre os malefícios da maconha e a vericidade das alegações dos médicos, pois a morte aconteceu em 2015.

O THC não é o mesmo que o canabidiol, que é a substância utilizada na maconha medicinal.

Caso a alegação dos médicos seja confirmada, o caso pode trazer complicações em relação à legalização da maconha recreacional.

Até o momento, nenhuma morte causada por maconha havia sido registrada no mundo.

A morte aconteceu no estado do Colorado, nos Estados Unidos, e foi registrado pelos médicos Thomas Knappe e Christopher Hoyte.