Mãe promete bater na filha se não chegasse logo e vê filha morta atropelada

Duas adolescentes, de 13 e 14 anos, morreram atropeladas por um trem que passava a 190 km/h, em Vila Nova de Anços, Soure, Portugal.

Além do sofrimento pela morte da filha, a mãe de Inês Rosa, Sônia Simões, está em profunda tristeza dizendo que a culpa da morte das garotas é dela. A filha, acompanhada de uma amiga, decidiram dar um passeio sem ter avisado a família.

Já eram 20h quando Sônia chegou em casa e viu que a filha não havia chegado. Por telefone, Inês disse que foi ajudar uma amiga e que já estava retornando. A mãe disse que iria a procura dela para dar uma boa surra.

Preocupada, as meninas tentaram pegar um atalho mas acabaram surpreendidas pelo trem.