Mãe admite afogar recém-nascidos em concreto

Mayumi Saito, de 53 anos, se entregou a polícia após conviver duas décadas com a culpa de ter matados seus filhos. 
Ela foi presa hoje, um dia após confessar que ter colocado seus quatro filhos recém-nascidos em um balde com concreto, por não ter condições de cuidar deles.  
Mayumi afirma que no ano de 1992 e 1997 ela enterrou seus filhos, enquanto dormiam, em concreto por ser muito pobre e não ter condições financeiras de cuidar deles, mas que desde então vive afundada na culpa. 
A causa da morte dos bebês não está clara. Apensar do Japão ser a terceira economia mundial, a pobreza ainda é um problema recorrente, especialmente entre as mulheres. 
A mídia japonesa mostra Mayumi como uma mãe desesperada que não podia contar com a ajuda de ninguém.