Igreja exige que pessoas parem de se referir a Deus como homem

A Igreja da Suécia está pedindo a seu clero que use termos sem-gênero quando se referirem a Deus.

A Igreja Nacional, que é evangélica luterana, pediu a seus pastores e outros membros da igreja a não se referirem mais a Deus como “Senhor” ou “Ele”, usando sempre termos que não especifiquem o gênero de Deus.

A oração conhecida como “Pai Nosso” continuará levando esse nome.