Idosa com câncer terminal explode ao fumar cigarro

De acordo com testemunhas, a paciente se explodiu ao fumar um cigarro enquanto fazia uso de um cilindro de oxigênio hospitalar.

O corpo da idosa foi jogado para trás da cadeira com o impacto da explosão.

De acordo com o irmão da vítima, ela estava ciente dos riscos de fumar enquanto utilizava o cilindro de oxigênio, mas não acredita que ela tenha cometido suicídio.

A enfermeira responsável pela idosa disse que não sabia do risco de fumar enquanto utilizava o cilindro de oxigênio.

A polícia de Yeovil, nos Estados Unidos, continua investigando para determinar quem é o responsável pela morte de Sharon Reid, de 62 anos.

Ela possuía câncer terminal nos pulmões e fumava desde os 14 anos de idade.