Homem vivia com corpos de mãe e irmão gêmeo há um ano

Robert James Kuefler, de 60 anos, habitante da cidade de White Bear Lake nos Estados Unidos, está sendo acusado de alterar uma cena de morte. Ele viveu com os corpos de sua mãe e seu irmão no interior de sua casa por um ano.

Em 2015, sua mãe de 93 anos, Evelyn, e seu irmão gêmeo, Richard, morreram de causas naturais dentro de sua casa.

Robert afirmou à polícia que não é louco, e que não enterrou os corpos porque ficou traumatizado.

Os ossos de sua mãe foram encontrados na cama onde ela morreu. Robert disse que ela desejava morrer em casa e que não tinha dinheiro para um enterro.

O irmão de Robert morreu sentado em uma cadeira e depois teve seu corpo movido para um banheiro, onde foi encontrado mumificado.

No natal após a morte do irmão e da mãe, ele mandou cartões-postais aos outros membros da família afirmando que eles ainda estavam vivos.

Inicialmente ele estava sendo acusado de matar os familiares para obter auxílio financeiro, mas depois a perícia confirmou que eles haviam morrido de causas naturais e que Robert não se beneficiou em nada com a morte dos parentes.

O departamento de polícia da cidade afirmou que só o denunciou por mover o corpo do irmão para que Robert receba o tratamento psicológico adequado, apesar de que o acusado alegue estar em perfeitas condições mentais.