Homem mata amigo da família após ele bater em sua namorada imaginária

Brian Desario, de 30 anos, matou a tiros o amigo de sua mãe, David Armstrong, de 56 anos, na última quinta-feira. De acordo com a polícia, Brian matou o amigo de sua mão por acreditar que ele bateu em sua namorada, que não existe.

O homem chegou a causar o princípio de um tiroteio contra a polícia nas proximidades de uma escola infantil em Pasco, nos Estados Unidos.

Após o conflito inicial, os policiais entraram na casa de Brian e o encontraram morto, mas a causa da morte não foi divulgada.

O homem possuía histórico de doenças mentais e investigadores disseram que ele possuía um grande arsenal de armas e munição.