Homem é retirado pela polícia de show do Coldplay por ser negro

Imagine a seguinte situação: você compra um ingresso para show de sua banda favorita, paga caro e planeja para que tudo saia do jeito que você sempre sonhou. Porém, tudo vai por água abaixo só porque alguém pensou que você não se enquadra com a ocasião.

Esse é o caso de Gabriel, um homem negro, que na terça-feira estava no Allianz Parque e, assim como todo mundo que comprou o ingresso, esperava pelo início do show da banda. A polícia, então, chegou no local e não apenas deter o fá, mas também, o agrediu e algemou.

A confusão começou quando duas mulheres, brancas, reclamara que Gabriel estava na frente delas. “Resumo da ópera? A polícia entendeu que o egro não pertence ao show do Coldplay, meso comprando ingresso”, disse Helena Vasconcelos, amiga do fã, em uma publicação no Facebook, na qual expressou toda a sua indignação.

Gabriel estava em pé por conta da super lotação, as denunciantes ligaram para polícia para relatar uma pessoa com “atitude suspeita” e Gabriel foi o único a ser retirado do local.

Helena Vasconcelos diz, inclusive, que os policiais chegaram a chamar Gabriel de “neguinho de merda” e afirma ter tudo documentado.

Helena e Gabriel registaram boletim de ocorrência na Corregedoria da Polícia Civil, denuncia contra os policiais na Corregedoria da Polícia Militar e já solicitaram imagens das câmeras de segurança do estádio.