Homem é proibido de fazer sexo por ter pouca inteligência

O juiz responsável pelo caso disse que o homem de 41 anos não possui capacidade mental o suficiente para consentir e realizar atos sexuais, embora possua um desejo sexual muito vigoroso.

De acordo com psiquiatras que fizeram a avaliação do homem, ele acreditava que bebês vinham das cegonhas e que sexo podia dar espinhas ou sarampo.

Em um teste para avaliar seu QI – Quociente de Inteligência -, o homem identificado apenas como Alan marcou 48 pontos, o que é considerado muito baixo.

Segundo médicos, pessoas que marcam 90 e 110 pontos são consideradas “medianas”, mas no caso de Alan ele é considerado tendo uma “leve debilidade mental”.