Homem é esfaqueado por outro vestido de ‘palhaço assassino’

Um homem foi esfaqueado por um elemento mascarado de palhaço, confirmou nesta sexta-feira a polícia sueca, no momento em que uma onda de histeria sobre avistamentos de palhaços “sinistros” e “assassinos” varre os Estados Unidos e a Europa. 

“Um homem nascido em 1997 foi esfaqueado no ombro por um desconhecido que fugiu”, escreveu a polícia do condado de Halland, no sul da Suécia, na sua página da internet. O incidente ocorreu na quinta-feira à noite, depois de duas pessoas vestidas de palhaço terem ameaçado matar uma mulher na quarta-feira, no centro do país. 

“Ela estava extremamente assustada”, disse um porta-voz da polícia ao jornal Aftonbladet, acrescentando que esta mania em expansão “não tem nada de engraçado”. Também na quarta-feira, um grupo de homens vestidos de palhaço cercou quatro crianças de dez anos e ameaçou-os com o que depois se concluiu serem falsas motosserras. 

O ministro do Interior sueco, Anders Ygeman, pediu calma. “Não queremos assistir a uma situação em que uma pessoa se mete em problemas reais porque alguém, por brincadeira, veste uma máscara de palhaço”, declarou o ministro à agência de notícias TT. 

Nos Estados Unidos, o frenesi em torno dos disfarces de palhaço alimentado pelas redes sociais levou a cadeia de hambúrgueres McDonald’s a anunciar esta semana que reduziria o uso do seu sorridente palhaço Ronald McDonald. 

A loucura também se alastrou ao Reino Unido, onde as forças policiais foram chamadas para atender a diversos incidentes envolvendo pessoas vestidas de palhaços, que saltavam do nada para assustar as pessoas. A polícia do Reino Unido e dos Estados Unidos teme que a moda aumente no Halloween. 

Até a Casa Branca interveio e avisou que as forças de segurança estão levando este caso a sério. O fenômeno também atingiu a Holanda, onde foram vistas duas pessoas usando disfarces de palhaço e empunhando armas de fogo. A França viveu em 2014 uma “febre” semelhante que, de acordo com o sociólogo Robert Bartholomew, foi “bastante intensa e violenta”, tendo levado à detenção e encarceramento de 12 “palhaços assassinos” adolescentes. 

“Os palhaços podem ser considerados sinistros, porque não é possível ler a expressão do rosto, e 80% da comunicação é não-verbal”, explicou. “Se uma pessoa usar maquiagem ou uma máscara de palhaço, é difícil saber se é amigável ou não”, acrescentou.