Governo da França procura casal para cuidar de ilha deserta

Nos últimos dez anos, os únicos habitantes da Ilha de Quéménès, na costa oeste da França, eram o casal David e Soizic Cuisnier, mas agora decidiram sair da ilha e retornar ao continente.

Quéménès é uma área de preservação com menos de dois quilômetros de comprimento, abrigando focas, ovelhas, coelhos e diversas aves.

Para sobreviver na ilha, o casal deve utilizar apenas os recursos ali disponíveis. A eletricidade é gerada por turbinas eólicas e painéis solares, já água é coletada por um poço artesiano. Os Cuisiner também criavam animais como ovelhas e porcos e cultivavam batatas, que eles podiam vender pela internet. 

O casal disse que resolveu sair da ilha após um conflito com a agência francesa sobre o aluguel e também para que seus dois filhos, nascidos na ilha, possam frequentar a escola.

O processo de inscrição já se encerrou e vinte candidatos se inscreveram. O casal selecionado vai se mudar para Quéménès no início de 2018.