05 Jan 2018

A jovem de 23 anos solicitou um acompanhante para lhe auxiliar a se locomover pelo aeroporto, mas surpreendeu-se quando o funcionário se recusou a ajudá-la.

Ele disse “estou aqui para ajudar pessoas com deficiência, não você”. Ele também disse que a função dele era auxiliar pessoas que não conseguem andar.

A jovem possui a Síndrome de Ehlers-Danlos, também conhecida como “Síndrome do Homem-Elástico”, que causa dor crônica e facilita o deslocamento de juntas.

Ela também possui apenas um rim e uma síndrome que causa pontadas no coração, limitando o tempo que ela consegue andar.

Após insistir com outro funcionário ela conseguiu uma cadeira de rodas, mas ele acabou a deixando na chuva do lado de fora do aeroporto por mais de dez minutos antes de seguir para seu vôo.

O Aeroporto de Stansed só se pronunciou sobre o caso após Natalie Allport Grantham compartilhar sua experiência nas redes sociais, pedindo desculpas e afirmando que estão investigando o caso.

Veja mais posts

Páginas