Fazendeiros protestam pelo direito de fazer sexo com animais

New Hampshire é um dos dez Estados americanos que não proíbe explicitamente o abuso sexual de animais, mas a lei está prestes a mudar. Katherine Rogers, uma política democrata, de Concord, fez um apelo para que um projeto de lei que criminalize tal ato. “Por favor, aprovem esse projeto  e deem à política e os promotores desse Estado a ferramenta que eles precisam para cumprir a lei”. Disse Rogers, em audiência com metros do Fórum local e do comitê de Segurança Pública.

Os pró-sexo com animais trataram de fazer diversas ações contra a nova lei. Um inspetor da polícia de Virginia especializou no assunto, Jeremy Hoffman, identificou um fórum de internet com 194 diferentes anúncios oferecendo animais para a prática de sexo, com 650 respostas de interessados.