Estuprador ganha guarda de filha de vítima de abuso sexual

Christopher Mirasolo, 27 anos, recebeu o direito de guarda conjunta da filha nascida de um estupro que ele cometeu há nove anos.

Além da guarda conjunta, o juiz Gregory S. Ross também divulgou o endereço da vítima sem o consentimento dela.

De acordo com o jornal Metro, Christopher foi preso em 2008 após violentar uma garota de doze anos. Ele cumpriu uma pena mais branda por ter sido condenado por “tentativa de estupro”, mesmo tendo engravidado sua vítima.

A vítima havia sido sequestrada e mantida em cativeiro por dois dias junto de sua irmã de treze anos e um amigo. No cativeiro, a vítima sofreu a violência sexual e sofreu ameaças de morte ao ser libertada em uma praça.

A advogada representante da vítima vai recorrer da sentença e acredita que Christopher não possui planos de procurar sua filha.