Estudante de odontologia posta vídeo estuprando cachorra e cenas chocam

O estudante universitário de Odontologia, Hemerson Fernandes, de Cuiabá, gravou um vídeo em que aparece fazendo sexo com um cachorro. O ato ocorre no banheiro de uma residência que seria no Jardim Industriário.

O vídeo “viralizou” na tarde desta quarta-feira. Diversas entidades de defesa aos animais já anunciaram que irão denunciar o estudante a polícia.

O estudante trata da relação sexual com o animal de forma natural. Ele, inclusive, tece “elogios sexuais” a cachorra. . “Ela sempre aguenta tudo, sempre, impressionado. Ela está no cio. Gostosa demais”, assinala o jovem, que retirou sua página do ar após a repercussão do vídeo.

O delegado Gianmarco Paccola Capoani conta que a Especializada tomou conhecido dos fatos, na tarde desta quarta (19), via vídeo que circulou no aplicativo WhatsApp e notícias veiculadas na imprensa. “Imediatamente iniciamos as diligências para identificação da pessoa do vídeo. Os trabalhos se prolongaram por toda a noite de ontem até a manhã desta quinta (20), com a representação do pedido de prisão do rapaz, que não foi localizado.” 

Nas diligências, a Polícia Civil recebeu informações de que Hemerson, após ter a notícia de seu vídeo “vazado” nas redes sociais e tomar conhecimento de que era procurado pela polícia, teria fugido de casa, por volta das 18h, de ontem. 

No pedido de prisão, o delegado pondera a repercussão social das “cenas criminosas filmadas pelo próprio indiciado e publicadas posteriormente nas redes sociais, que geraram repugnância maciça na sociedade”, inclusive extrapolando os limites locais. 

O delegado também analisa os comentários das reportagens dos cidadãos que, segundo ele, ficaram “chocados e estarrecidos com os fatos”. “São dezenas de apelos sociais demonstrando extrema aversão à prática delitiva. Vislumbramos inclusive que algumas pessoas estão tão revoltadas que chegaram a proferir ameaças contra o autor dos fatos.”