Enfermeira fingia ser médico para receber nudes

De acordo com a polícia, a enfermeira havia enganado pelo menos dez mulheres usando um aplicativo para disfarçar a voz e um perfil nas redes sociais.

Ela foi descoberta quando tentou enganar uma modelo, cujo avô estava internado no mesmo hospital em que a enfermeira trabalhava.

A enfermeira utilizou o perfil falso para entrar em contato com a modelo, mas a vítima fez uma pesquisa e descobriu que o médico não existia.

A enfermeira Adele Rennie foi descoberta, condenada por 18 ocorrências e registrada como criminosa sexual em Kilmarnock, na Escócia.