Detento engole aparelho celular e se dá mal

De acordo com o Centro de Detenção Provisória, o prisioneiro passou dez dias com o aparelho celular no organismo e não conseguia expeli-lo.

Ele foi descobre após passar por um scanner corporal. Ele engoliu o celular para que o mesmo não fosse pego pelos guardas.

O detento deve ser encaminhado para um hospital onde fará uma cirurgia para retirar o aparelho. O caso aconteceu em Capelo do Alto, em São Paulo.