Criança de 4 anos atira em si mesma e tio cria história para disfarçar

O menino cuja identidade foi preservada acabou sendo baleado enquanto brincava com a arma do pai no apartamento onde morava.

O tio do garoto o levou às pressas para o hospital e disse que os disparos foram feitos por um desconhecido que passou atirando de dentro de um carro.

No entanto, o pai revelou a verdade à assistente social. Os dois foram presos.

O pai, Shawn Darin Smith, 26 anos, está sendo acusado de crueldade infantil, por negar amparo adequado ao filho.

O tio, Jeffrey Johnson II está sendo acusado de crueldade infantil, falsa denúncia de crime e ainda responde por assalto a mão armada e conduta inapropriada.

A criança está se recuperando em um hospital e não corre risco de vida.

O caso aconteceu em Atlanta, nos Estados Unidos.