Conheça os casos de pessoas condenadas a chibatadas por causa do WhatsApp

O jornal árabe Okaz está trazendo a tona diversos casos de condenações relacionadas a crimes virtuais que acontecem na Arábia Saudita.

O mais recente é o caso de duas mulheres que foram condenadas a receber dez chibatadas cada por conta de xingamentos trocados pelo aplicativo WhatsApp.

Um dos casos mais famosos aconteceu quando o blogueiro Raif Badawi, de 33 anos, foi condenado a dez anos de prisão e receber um total de mil chibatadas.

Seu crime foi a criação do site “Liberais Sauditas Livres”, onde lutava pela liberdade de expressão, pelo qual foi acusado de ‘insultar o Islam pelas redes sociais”.

Entre outros casos de crimes virtuais no país estão a história do homem que estava chantageando uma mulher com fotos reveladoras e outro que enviou uma mensagem ofensiva a um amigo.

Até o momento, o jornal já registrou mais de 220 casos de punições relacionadas a crimes virtuais nos últimos seis meses.