25 Mai 2017

‘Vou de Táxi’ – Angélica
“Mas no banheiro / Foi só me tocar”. Angélica já dava pinta de gostar do autoprazer.

‘My Ding-A-Ling’ – Chuck Berry
“E mamãe me levou para a escola / Mas eu parei no melhor de você / Toda vez que o sinal tocava / Me pegavam brincando com meu sininho”

‘Nega Bombom’ – Os Cascavelletes
“Baum baum baum faz aquela nega do outro lado daquela rua, baby, punhetinha de verão!”. A música foi sucesso na década de 80 como trilha sonora da novela global ‘Top Model’.

‘B.O.B’ – Macy Gray
A cantora fez uma verdadeira ode para seu inseparável e muito querido dildo chamado B.O.B.

‘O Touch Myself’ – The Divinyls
“Eu não quero mais ninguém / Quando eu penso em você eu me toco / Oh, eu não quero mais ninguém”

‘Pictures of Lily’ – The Who
“Fotos de Lily, me ajudaram a dormir à noite / Fotos de Lily, resolveram meus problemas juvenis / Fotos de Lily, me ajudaram a me sentir bem”. Muitas punhetas são feitas com fotos.

‘Dancing With Myself’ – Billy Idol
“Quando não tem mais ninguém à vista / Na solitária noite cheia de pessoas / Bem, eu esperei tanto tempo / Por minha vibração de amor / E eu estou dançando comigo mesmo”. Talvez a inspiração para esta música não seja a viagem que Idol fez ao Japão e observou nas boates japoneses dançando sozinhos em frente ao espelho.

‘Fingers’ – Pink
“Quando é tarde da noite e você está adormecido / Eu deixo meus dedos fazer uma caminhada”. A música da cantora mostra que a insatisfação com o parceiro pode ser sanada com a masturbação.

‘Uma, duas ou três” – Os Ostras
O clipe da música foi indicado ao premia de Melhor Clipe do Ano (Escolha da Audiência) no VMB de 1997. A música é um verdadeiro hino a masturbação.

(Fonte: Sweetlicious)

Veja mais posts

Páginas