Cirurgião é acusado de marcar suas iniciais no fígado de pacientes

As marcas com as letras “SB” foram descobertas quando uma paciente do sexo feminino foi fazer outra operação no fígado.

As iniciais foram escritas com gás argônio, que é utilizado para fazer fazer o fígado parar de sangrar durante as operações. Ele também é utilizado para marcar áreas de órgãos que devem ser tratados.

O efeito do gás argônio desaparece após algum tempo, mas no caso da mulher, a ferida não havia cicatrizado, causando dano ao corpo da paciente.

Um outro paciente do sexo masculino também alega ter sido marcado pelo mesmo médico e estar sofrendo os efeitos colaterais.

O médico Simon Bramhall, de 53 anos, deve comparecer a julgamento em Dezembro desse ano em Birmingham, no Reino Unido.