Cirurgia separa gêmeos de 2 anos unidos pela cabeça

Uma bem-sucedida cirugia separou gêmeos de 2 anos que estavam unidos pela cabeça, em um hospital administrativo pelo governo em Nova Délhi, na Índia. A equipe contava com 40 médicos, 20 enfermeiros e outros profissionais de saúde juntou esforços na cirurgia que durou 36 horas. Os meninos sofrem de uma condição rara que aparece uma em cada 2.5 milhões de bebês. Cerca de metade nascem mortos, e taxa de sobrevivência é entre 5 e 25%.

Um dos cirurgiões envolvidos no caso afirmou que o aspecto mais desafiador era reparar os buracos deixados nas cabeças das crianças após a separação de seus crânios.

Os gêmeos nasceram em uma aldeia no estado oriental de Odisha com vasos sanguíneos compartilhados e alguns tecidos requebrais compartilhados.

Os irmãos são gêmeos idênticos que nasceram com a pele e órgãos internos fundidos, eles se desenvolveram a partir de um

Único óvulo, que se divide no caso de gêmeos saudáveis, mas não totalmente no caso de irmãos conjugados.