Candidatas ao Miss Peru protestam pelo fim da violência contra mulheres

As candidatas ao Miss Peru 2018 fizeram do tradicional concurso de beleza um ato pelo fim da violência de gênero e feminicídio. Em vez de revelarem as medidas do corpo, as modelos citaram os dados de assassinatos e agressões a mulheres no país.

O tom político guiou a atração desde o começo, quando as peruanas se apresentaram e , uma a uma denunciaram os abusos morais e físicos, a exploração sexual, o assédio, entre outros crimes contra as mulheres.

“Minhas medidas são: 2.202 casos de feminicídio reportados nos últimos nove anos no meu país”, destacou Camila Canicoba Claro, de Lima. “Minhas medidas são: 81% dos agressores de meninas menores de cincos anos são próximos da família”, frisou Melody Vegas, de Libertad.