Cai na imprensa nudes de vice-ministra do interior

Quando foi nomeada vice-ministra do Interior do governo da Ucrânia, Anastasia Deeva gerou polêmica. Os críticos diziam que, aos 24 anos, falta-lhe experiência e currículo para ocupar um lugar tão importante, a quem cabe a pasta da integração europeia.

O ministro do Interior, Arsen Avakov, defendeu a sua escolha, dizendo que os que criticaram a nomeação – ocorrida no início de novembro, são sexistas e têm preconceitos contra a juventude. Mas não tardou muito para explodir um escândalo que envolve a governante. 

É que Anastasia, que estudou em Inglaterra e viveu na Suécia até pouco tempo, tirou várias fotos nua e comportilhou nas redes sociais. Porém não as apagou a tempo e vários jornalistas ucranianos aproveitaram para dar print. 

Rapidamente, as imagens ousadas de Anastasia Deeva, tiradas nos seus tempos de estudante, foram compartilhadas nas redes sociais.  Apesar desta polêmica ela permanece no cargo. Em seguida passou a circular um suposto curriculum vitae de Anastasia em que se afirma que esta tem dez anos de experiência profissional. O que quereria dizer que a vice-ministra começou a trabalhar aos 14 anos. 

O ministro Arsen Avakov defendeu a governante. Num longo post publicado neste domingo no Facebook ele explica as razões da escolha. E não fogiu da polêmica das fotos: “Será que uma estudante não tem direito a ter as suas fotos privadas? Isto é preconceito e hipocrisia”.