Acusado de estuprar criança é arrancado de delegacia, espancado e enforcado

Uma multidão enfurecida invadiu uma delegacia de polícia na Bolívia e sequestrou um suposto pedófilo que acabou enforcado em uma árvore. O homem era acusado de estuprar e matar uma criança de quatro anos. 

O estupro teria acontecido quando a menina e os pais se deslocaram à cidade boliviana de Reyes para participar do funeral da avó da criança. A menor desapareceu e o corpo foi encontrado dias mais tarde pelas autoridades que concluíram que ela tinha sido violada e assassinada. 

A polícia prendeu o suspeito, mas a população local não quis esperar pelo resultado de um processo judicial e forçou a entrada na prisão para “raptar” o homem que foi arrastado pelo chão, desde a cela da delegacia, até ao local onde acabou sendo morto. 

As autoridades foram impotentes diante da ira da multidão e nada conseguiram fazer para evitar o linchamento do suspeito. O jornal britânico ‘Metro’ informou que nenhum dos populares foi detido pela morte do suposto pedófilo, mas a polícia local continua investigando o caso.