A profissão que mais cresce na França é a de… Exorcista?

A demanda por exorcismos, o ritual de expulsar demônios, cresceu bastante em alguns países europeus, com a França liderando o grupo. Essa demanda iniciou o aumento de uma profissão meio… digamos assim… inusitada: exorcistas freelancers. Pessoas de fora do clero que que cobram 900 euros, cerca de 3 mil reais, ou mais para livrar seus clientes do mal e quebrar feitiços.

Os padres da França e os representantes oficiais do Vaticano confirmam a crescente onda de exorcismos. Um padre chamado Geoges Berson, afirmou que costumava performa 50 exorcismos por ano, mas que nos últimos dois anos chegou a realizar cerca de 2,500.

A Igreja Católica e o Vaticano não recomendam a contratação de freelancers não conectados com a igreja e alerta “Existe muita fraude. Muitas pessoas fingem ser exorcistas de verdade e pedem por uma enorme quantidade de dinheiro pelos seus serviços. Mas a igreja nunca cobra por seus serviços”.